INSIGHTS E PESQUISAS

O que é um Portfólio de Conselho?

TENDÊNCIA DE GOVERNANÇA

Um Portfólio de Conselho é cada vez mais utilizado por proprietários de empresas familiares quando uma família possui múltiplas companhias em conjunto. Por vezes, ele é chamado de Conselho Titular, Conselho Superior, Conselho de Estratégia do Portfólio ou Conselho de Gestão do Portfólio. Quando os proprietários precisam de uma visão macro e de nível elevado para seu portfólio completo de empresas – e geralmente têm conselhos eficientes em vigor para suas empresas operacionais –, um Portfólio de Conselho é muitas vezes o próximo passo na evolução do sistema de governança de uma empresa familiar.

 

Benefícios de um Portfólio de Conselho

O objetivo de um Portfólio de Conselho em um sistema de empresa familiar é supervisionar coletivamente as empresas em operação (e por vezes as empresas de investimento) que uma família possui. Ele garante a existência de um fórum designado de governança que mantém uma visão global das empresas familiares, com autoridade outorgada para monitorar e conduzir estas empresas a partir de uma perspectiva estratégica.

Os proprietários colhem grandes benefícios de um Portfólio de Conselho, uma vez que ele garante que a família não fique excessivamente exposta a riscos, que a família esteja alavancando adequadamente todos os seus ativos e gerando retornos suficientes, e que o “todo seja maior que a soma das partes”. Quando não há um Portfólio de Conselho, um dos negócios (muitas vezes o “negócio legado”) tende a receber mais atenção e ser a prioridade número um nas discussões estratégicas, independentemente de ser capaz de criar valor econômico significativo no futuro ou não. Se não for o “negócio legado”, às vezes são as pequenas empresas recém-adquiridas que podem canalizar toda a energia e atenção do grupo, apesar de sua capacidade ainda relativamente pequena de gerar valor significativo. Distorções em qualquer direção não são boas.

 

“Um Portfólio de Conselho reporta-se ao grupo de acionistas. Ele é o agente dos proprietários”.

 

O que faz um Portfólio de Conselho?

Um Portfólio de Conselho geralmente se reporta a um Conselho de proprietários ou grupo de acionistas. Ele é o agente deste grupo. Como tal, o mandato do Portfólio de Conselho varia de acordo com as responsabilidades e deveres delegados a ele pelos proprietários.

Geralmente, o Conselho do Portfólio é responsável pela visão de negócios de longo prazo, pela alocação de recursos e pela otimização destes recursos em todas as empresas, o que envolve:

  • Estabelecer metas estratégicas para o Portfólio e para cada empresa dentro dele;
  • Definir mandatos de médio e longo prazo para cada empresa;
  • Determinar que tipo de contribuição se espera das empresas e que tipo de recursos serão fornecidos às empresas para que elas possam dar tal contribuição;
  • Monitorar o desempenho e os riscos agregados a partir da perspectiva do proprietário;
  • Garantir as melhores funções e usos das habilidades familiares para os negócios.

Um quadro de Portfólio mais ativo fornece às empresas uma expertise e um aconselhamento direto mais profundos e também pode definir os tipos de diretrizes, processos e suporte que cada empresa precisará seguir ou usar (relatórios de desempenho, planejamento estratégico, gestão de risco, estratégia de talentos e serviços compartilhados, para mencionar apenas alguns exemplos).

Um Portfólio de Conselho é composto, muitas vezes, por um pequeno grupo de proprietários e independentes ativos com mentalidade estratégica. Ele pode interagir com os conselhos da empresa (subsidiários, por exemplo) – se existirem – ou diretamente com os CEOs das empresas. Frequentemente, ele é auxiliado por um Escritório Corporativo no desempenho de suas funções.

 

“Um Portfólio de Conselho conduzirá a família a seu próximo estágio de crescimento, auxiliando-a a tomar decisões ousadas para a criação de valor para os acionistas no longo prazo”.

 

Quando uma empresa familiar necessita de um Portfólio de Conselho?

Quando uma família possui mais de uma empresa – seja nos mesmos setores ou não – e deseja acelerar o crescimento e possivelmente a diversificação de suas operações, um Portfólio de Conselho não é apenas útil, ele é essencial. Um Portfólio de Conselho sólido, com uma boa composição em termos de membros qualificados, e com um mandato claro e um grau suficiente de liberdade acelerará o próximo estágio de crescimento da família e conduzirá a família neste processo. Ele ajudará a tomar as decisões ousadas e às vezes difíceis, mas necessárias para a criação de valor para o acionista no longo prazo.

No ambiente disruptivo de hoje, os proprietários de empresas familiares precisam compreender melhor seu desempenho por meio de um suporte mais amplo de análise. Eles precisam olhar constantemente para seus riscos e suas próximas oportunidades de crescimento lucrativo. A visão estratégica de alto nível e o planejamento fornecidos pelo Portfólio de Conselho não apenas enriquecem o diálogo entre os proprietários e as equipes de liderança executiva, como também propiciam um alinhamento familiar mais forte.

Pascale Michaud, CFEG partner and portfolio strategist

Pascale Michaud é consultora de empresas familiares em todo o mundo na área de estratégias e modelos de governança para sua continuidade de sucesso. Ela dá consultoria a empresas familiares multigeracionais em questões de crescimento corporativo, estratégia de negócios e governança, gestão de inovação, preparo digital, transições de liderança, desenvolvimento de próxima geração, governança familiar e filantropia familiar e corporativa.

2020-10-14T10:50:35-03:000 Comentários